Bicicletas elétricas

Acompanho diariamente o blog Digital Drops que trás dicas de gadgets e de tecnologia. Ontem o artigo Light Electric Vehicle Pode Revolucionar o Transporte Público, que trata de bicicletas elétricas, me lembrou o tema que há tempos tenho pesquisado.

Depois das altas recentes do preço do petróleo, qualquer meio alternativo de transporte passou a ser levado a sério. Como a população de carro-dependentes não vai querer abrir mão do conforto e da ociosidade, as bicicletas elétricas tem uma boa chance de ganharem mercado, principalmente nas grandes metrópoles.

E o que elas trazem de bom? A facilidade de locomoção com pouco ou nenhum esforço.

Bicicleta elétrica Lev A2B

Bicicleta elétrica Lev A2B, da Ultra Motors.

A bicicleta do Digital Drops por exemplo, tem autonomia de 32 km e velocidade máxima de 32 km/h. A bateria, de lítio-íon, é similar as de celular e podem ser recarregadas em qualquer local. Com a opção de mais uma bateria, pode-se dobrar a autonomia. Tudo isto com um motor elétrico de 500 W.

A fabricante Schwinn, famosa por suas bicicletas vintage, e tão antiga como a brasileiríssima Caloi, também apresentou três modelos movidos a eletricidade: Campus, o modelo mais barato (US$1.900); o modelo World GSE, com um preço de US$2.200; e o modelo Continental por módicos US$2.500.

Schwinn Campus elétrica

Bicicleta elétrica Schwinn Campus.

Os modelos da Schwinn são movidos por um motor de 250 W e tem autonomia de 65 – 95 km. O motor, embutido no cubo dianteiro, permite atingir uma velocidade de 30 km/h. As baterias tem vida útil de três anos.

Outro fabricante, a Ezee, tem uma completa linha de bicicletas elétricas, voltadas para o uso urbano. O modelo mais acessível, Liv, tem preço de venda, para o mercado americano, de US$1.150,00, permite trafegar a 25 km/h, com autonomia de 40 km. A potência do motor vai até 350 W, ficando instalado no cubo dianteiro, junto com uma transmissão do tipo planetário. O controle do motor é microprocessado. Peso total do conjunto é 22 kg, sendo que apenas as baterias pesam 5,6 kg.

Bicicleta elétrica Ezee Liv

Bicicleta elétrica Ezee Liv.

A gigante Giant também lançou um modelo elétrico, a Giant Twist Freedom DX, já abordado aqui neste blog.

A idéia de uma bicicleta elétrica parece ser boa, uma vez que é um veículo não poluente, pequeno, leve e ágil. Como uma bicicleta normal. A facilidade é justamente não precisar gastar a sua energia, válido para alguns modelos, enquanto que outros modelos apenas acionam o motor ao notar um aumento no esforço aplicado pelo ciclista.

Já existem algumas empresas fornecendo kits para a montagem: o motor (de cubo) e as baterias. O fabricante Bionx, do Canadá, é um destes, oferecendo quatro tipos de motorização.

Motor elétrico bionx

Motor elétrico Bionx.

A idéia da Bionx é fornecer o kit para ser adaptado a qualquer tipo de bicicleta. Basta trocar o cubo traseiro pelo motor, acoplar as baterias ao quadro e instalar o controlador.

Aplicação do motor Bionx

Bicicleta Trek, de linha, com o motor e baterias da Bionx.

Aqui no Brasil já algumas revendas comercializando bicicletas elétricas: a Ecobike, do Rio Grande do Sul; a Eletricbike, de São Paulo, que comercializa kits e bicicletas; a Adaequare; e a Brazil Eletric, de Goiás.

Veja mais:

Share