2015 em números, assim termina o ano

O ano de 2015 não foi de todo ruim nos números, porém eu queria ter pedalado mais. No gráfico abaixo estão computados os deslocamentos para o trabalho e as pedaladas com a bicicleta de estrada.

Os 6831 km marcados no Strava são o resultado de 1012 km de deslocamentos para trabalhar significam 214 idas ou voltas, média de 4,25 km e em termos de passagens de ônibus resultam em um economia de R$716,20. Além do tempo, claro. No total gastei 63 horas e 22 minutos em deslocamento, que de carro ou ônibus seriam muito mais horas. Detalhe, essas horas foram gastas com exercício, algumas vezes debaixo de chuva.

2015 números

Os 5819 km de estrada foram em sua grande maioria gastos no caminho da roça: pedágio da BR-277. Também teve Pedágio de São Luiz do Purunã, Curvão, Balsa Nova, Mirante da Graciosa. Falta fazer o Cimentão, e subir mais vezes a serra do mar e da Graciosa.

2015 números

Para o ano que começa amanhã quero atingir 7.500 km na speed. Isso deve ser o suficiente para manter o triglicerídeos baixo!

Para conseguir o seu desempenho no Veloviewer, visite a seguinte página: Veloviewer gráfico de 2015.

Share