A importância que cada um dá as coisas

Postei, lá no facebook, um vídeo da construção de um túnel na Holanda. O Luis Peters, sempre atento, comentou que era um túnel para bicicletas. O que há de louvável nisto?

Bem, veja o filme.

Duas coisas, uma, o túnel começou a ser escavado na sexta-feira, às 21:30 e estava pronto para o tráfego na segunda-feira pela manhã. Tudo bem que o túnel, propriamente dito, era pré-fabricado, mas a rapidez na entrega da obra assombra. Duas, é a forma como o transporte por bicicletas, na Holanda e outros países europeus, é priorizado.

Enquanto isto, na mais europeia das cidades brasileiras, uma ciclofaixa vem sendo construída. É verdade, já deixou de ser lenda, mas está dando o que falar, por causa dos 75 cm de largura!

Neste sábado a Bicicletada foi lá conferir, medir e discutir mais para apresentar argumentos à prefeitura de Curitiba. A discussão já vem bem longa no facebook e no Ir e Vir de Bike. E hoje, como que para mostrar que os motorista de ônibus de Curitiba, principalmente os de Ligeirinho, dirigem com a faca nos dentes, registraram esta foto:

Foto de Divo Maia.

Agora espero para ver a reação, tardia como sempre, da prefeitura de Curitiba e de seus técnicos. Uma coisa já é mais do que sabida: falta muita educação no trânsito curitibano, não só dos motoristas de ônibus (entre os quais temos excelentes e cuidadosos profissionais), mas de todos os atores. Também já senti na pele: quase fui atropelado por um ligeirinho pedalando para São José dos Pinhais.

A foto mais o vídeo nos mostram como a mesma engenharia pode ser tão diferente quanto as línguas faladas nestes dois países. E não é por falta de bons engenheiros!

Mais comentários sobre o acontecido:

Share