Curitiba dos Parques

Eu li este texto no fórum bicicletada Curitiba. Depois, avisaram que saiu na Gazeta do Povo, seção Coluna do leitor, que transcrevo abaixo. É ou não é surreal?

Minha mulher e eu fomos ao Bosque do Papa para assistir a um show. Na entrada, descemos das bicicletas e, empurrando-as, circulamos o local. Sentamos num banco quando fomos abordados pelo guarda municipal que nos informou que não poderíamos ficar “parados” com as bicicletas no Bosque do Papa. Juntou-se a nós mais um ciclista. O guarda educadamente nos mostrou a lei que dizia “o ciclista desmontado da bicicleta equipara-se ao pedestre”. Correto, mas na sua interpretação nós ciclistas só poderíamos ficar no Bosque se estivéssemos andando. Não entendemos nada e ninguém que presenciou o fato entendeu. Pedimos melhor orientação para evitar situações como essa. Será que numa cidade como Curitiba não podemos nos sentar num parque ou bosque com as nossas bicicletas ao lado?

Aroldo Zimmermann, engenheiro eletrotécnico, por e-mail

Share