Dificuldades e alegrias

Volta e meia aparace um relato de alguém, com sérios problemas, ou que tenha sofrido um grave acidente. Uma das histórias que eu havia marcado para publicar, e que o tempo foi deixando de lado é a do jovem Ezra.

Ezra tem apenas 34 anos e teve diagnosticado um câncer. Em seu blog ele conta o dia-a-dia de quem tem de passar por várias sessões de quimioterapia, radiação, e por aí a fora. O problema é que o câncer de Ezra é na região coloretal. Dá para imaginar?

Ezra é em framebuilder de Nova Iorque, além de ciclista. Com um câncer logo ali, digamos, acima do selim e totalmente proibido de pedalar pelo médico, adivinha o que ele fez?

Isto mesmo! Uma bike chamada por ele de assless, ou para não ficar tão feio, sem bunda… Ele conseguiu alguns patrocínios e montou esta linda bicicleta. O médico disse que ele não podia pedalar sentado, mas nada disse a respeito de pedalar em pé.

A bicicleta foi equipada com pneus Schwalbe Super Moto para dar um pouco de suavidade e o guidão no estilo clássico (tem algum nome especial em português?) para um pedalar mais confortável. O uso de pedais com clip é para evitar escorregões acidentais, os quais poderiam ser trágicos.

Hoje, passado dois meses, Ezra está bem melhor, e livre do câncer, conforme as notícias postadas em Cancer Free.

Moral da história: a gente acha que tem problemas, que são insolúveis e isto e aquilo, mas ao ver uma história como esta e a da Barbara Buchan temos de refletir um pouco. E seguir em frente lutando e fazendo o que gosta, principalmente.

Share