Final de ano

bratislava_new_year_fireworks_pequena Fim de ano é tempo de fazer a contabilidade. Não do tipo vou fazer ou não vou fazer, nada disto. Mesmo por que é muita tolice deixar para planejar apenas no último dia do ano. Vou contabilizar as minhas pedaladas e resumir, brevemente, alguns números.

Já vinha pensando em fazer isto, mas um amigo lá do norte, que fez a sua contabilidade, acabou me dando uma inspiração.

Mas vamos ao números:

  • Total pedalado: 4297 km, 170 km a menos do que o ano passado;
  • Número de pedais: 87;
  • Pedal mais longo: 165,5 km, Guaraqueçaba;
  • Pedal mais curto: 3 km, da Bike Shop para casa);
  • Maior velocidade: 78,6 km/h, na BR-376, indo para Itapoá;
  • Melhor passeio: Guaraqueçaba;
  • Pedal mais duro: Castelhanos ao contrário;

Durante os doze meses a minha quilometragem variou, com um desempenho péssimo a partir de agosto, motivado por problemas particulares e o péssimo tempo que fez, chovendo quase todo o sábado, por oito semanas a fio. Veja o placar (clique na imagem para ampliar):

estatística do ano 2008

  • janeiro 348
  • fevereiro 488
  • março 420
  • abril 399
  • maio 444
  • junho 300
  • julho 367
  • agosto 97
  • setembro 123
  • outubro 224
  • novembro 341
  • dezembro 647

E, agora em dezembro, consegui ultrapassar a barreira dos 500 km por mês: cheguei em 647 km. Férias dá nisto! Vamos ver se em janeiro consigo repetir a maratona, isto se o Leandro não falhar no pedal dos morros. Explico: estamos planejando um pedal para todos os morros que cercam Curitiba. Morro do Canal, da Palha, da Cruz, etc.

Então, meus fiéis 5 visitantes: Feliz Ano Novo, que amanhã tem mais!

[ad#ad-1]

Share