Pedal de hoje: Saltinho e Ronco

Campo arado esperando por chuva e sementes.

Hoje vi o sol nascer. Eram poucos minutos antes da sete horas da manhã e o sol vinha despontando por sobre a serra do mar. Encontrei com o Antonio na padaria e saímos para uma volta por um caminho já feito outra vez, mas que queríamos repetir.

Saindo da Colônia Murici, seguimos pela estrada do Avencal quase até o final dela. Lá em cima dobramos em uma estradinha à direita e fomos seguindo até chegar na capela de N. Senhora Aparecida, lá no Saltinho da Malhada. Até aqui tudo tranqüilo, pois já conhecíamos de cor o caminho.

Mas, o que há de tão bom neste caminho? A proximidade com a serra do mar. A paisagem é encantadora, a serra fica bem pertinho e a gente sempre combinando uma ida até ela. Já estive por ali em outra ocasião, no pedal da serra.

Um belo capão de pinheiros.

Um pouco antes de pegar a estrada que leva para o Saltinho da Malhada, a visão da serra era de tirar o fôlego. O dia estava ajudando, não estava frio nem ventando, e a luz do sol colaborou em todas as fotos.

A serra por onde queremos pedalar.

Conversa vai, conversa vem, logo chegamos na capela e um pouquinho antes dela tem uma estradinha, à esquerda, que leva para a represa, pedal este que ficará para outra oportunidade. Seguimos agora em uma estrada bem estreita, mas pavimentada, até um trevo, onde pegamos uma estrada por dentro de plantações que faz um corte e nos deixa em outra estrada principal.

Agora mais perto, a serra continua imponente.

Subimos a estrada, e chegamos logo ao final, para descobrir que não dava em lugar em nenhum. O que não havíamos visto é que uma estradinha, à nossa direita, era a que deveríamos ter subido.

O Antonio, depois de descobrir que a estrada acabava logo ali!

Pegamos a dita cuja e fomos embora por uma trilha usada apenas pelos agricultores em seus tratores: cheia de buracos, erosão e mato. Uma beleza.

Daqui para a frente só estradão. Aproveitei para pegar mais algumas estradas para o ajudar a completar o mapa de São José dos Pinhais no TrackSource. Seguimos para a pedreira e pegamos uma estrada para a Colônia Murici. Antes uma foto da dupla.

A dupla com a serra ao fundo.

Pedal tranqüilo, temperatura agradável, saímos com 14 °C e voltamos com 19 °C, apenas 20 minutos parados e um total de 3 h 20 min de pedal para 69 km. Ascenção total do trecho: 1180 m.

Quer ver mais fotos? Clique na imagem.

Ronco-saltinho_25_05_2008
Share