Pedal dos 15.000 km

Hoje foi o pedal no qual completei os meus 15 000 quilômetros de bike. Nada mal! Pena que demorou um bocado… Até atualizei o meu marcador aí do lado direito!

O pessoal do Amigos do Pedal e Lavai Lama resolveram marcar um pedal em conjunto para o Morro da Cruz. E eu fui! Juntamos uns vinte ciclistas e pelo caminho fomos encontrando a turma toda. Foi bom.

Chegando ao Morro da Cruz decidi que eu iria subi-lo inteiro, sem empurrar a bike. Consegui e tive como companheira a Melissa , que estava treinando para a 2ª etapa do campeonato Metropolitano de Mountain Bike, domingo que vem em Morretes. Parei algumas vezes, para baixar a pulsação, que estava a milhão. Batimentos cardíacos em ordem, vamos subir mais um pouco. E logo estávamos lá em cima.

Na volta a turma dividiu-se em relação as panificadoras, ficando cada um na sua preferida. E na saída, o pessoal que voltaria por estrada de terra acabou saindo sem que eu visse. Até fui atrás para ver se os encontrava, mas não os vi. Voltei para a Rodovia da Uva e a turma do asfalto também já estava longe.

Pedalando sozinho mantive um ritmo bom, logo alcancei o guri que pedalava com o seu pai (acho que eram pai e filho, me corrijam). E logo depois o meu marcador chegou nos 14.999 km. Atenção:

Tirada a prova fotográfica de que este dia chegou (finalmente!) segui o pedal e lá na Igreja da Sta. Cândida encontrei o resto do povo na farmácia. Me despedi deles e segui o baile, chegando em casa pouco depois do meio-dia.

Foi um bom pedal, muita conversa, muita gente que não via a um tempão. Vamos fazer outros pedais, turma!

Share