Registre suas trilhas

Com a proliferação dos GPS todo usuário tem inúmeras trilhas percorridas ou a percorrer. O problema é guardá-las de forma ordenada, poder anexar comentários e fotos em seu computador. Um usuário experiente do Google Earth pode fazer isto, inclusive anexar fotos geo-etiquetadas (geotagged), mas ao usuário comum sobra salvar os arquivos em gpx e guardar. Já imaginou a bagunça quando tiver 100 arquivos nomeados por data de saída?

Opções para facilitar a vida existem.

Bikely

O primeiro que usei foi o Bikely. Interface simples, feita sobre a API do Google Earth, você pode desenhar e baixar suas trilhas para o seu GPS, bem como subir as trilhas feitas. Suas trilhas ficam registradas e são públicas (se permitir), onde outras pessoas podem incluir comentários. Conta com um sistema de buscas, mas a indexação das trilhas só pode ser feita se máquina de busca encontrar o município pelo qual você andou. Quando eu ainda não tinha um GPS fiz muitas trilhas lá. Procure pelo usuário Renato.

Trailguru

Descobri recentemente o Trail Guru. E gostei! Interface simples, roda em cima da API do Google Earth e do MediaWiki, o que facilita a vida de quem já está acostumado com a sintaxe dos wikis. Como o anterior, ele permite desenhar as rotas, mas a principal vantagem é poder subir as trilhas direto do GPS através do seu navegador, utilizando para isto um plugin (Garmin Communicator) fornecido pela Garmin.

O Trail Guru tem a vantagem de indexar as suas trilhas e, a partir do arquivo gpx, que você subiu, ele calcula várias estatísticas daquela rota:

Clique na imagem para ampliar.

Clique na imagem para ampliar.

Na página da trilha você pode editar e acrescentar fotos e comentários que ficarão arquivados juntos. Veja um exemplo nesta trilha: Castelhanos. Você deve ter visto que o Trailguru informa o perfil altimétrico, a velocidade por trecho e a velocidade média.

Você pode, também, procurar trilhas públicas e baixá-las para o GPS/computador e fazê-las com bem entender.

Desvantagem: as vezes a leitura do arquivo não sai perfeita e as estatísticas se perdem. Já aconteceu comigo. Abri a trilha no Trackmaker e não havia nada errado. Mas durante a importação alguma coisa se corrompe. Se preferir você pode baixar a trilha para seu computador e gerar um arquivo gpx, para subi-lo mais tarde no Trail Guru.

O Trail Guru, informa semanalmente, por e-Mail, o seu desempenho, com a quilometragem, altitude acumulada, etc. No site existe um ranking das trilhas do mês para as diversas modalidades, pois o mesmo não é exclusivo para ciclistas: montanhistas, pedestrianismo, trekking, viagens de carro e moto, esqui, cavalgadas, etc.

Every Trail

Descobri hoje. Semelhante ao Trail Guru, o EveryTrail também usa a API do Google Earth, mas difere no restante, com uma interface bastante distinta, mas muito amigável. Permite a inclusão de fotos, comentários. Também mostra algumas estatísticas, mas em tamanho menor. Como não sou usuário do EveryTrail não posso comparar os dois aplicativos. Mas vale a pena conferir.

GPSies

O GPSies tem a interface toda traduzida e também utiliza a API do Google Earth. Apresenta estatísticas de forma mais simplificada e permite subir e criar trilhas, bem como procurar trilhas próximas e baixá-las para o GPS/computador. Veja um exemplo que subi do GPS: São José – Tijucas. Meu usuário: Pedaleiro.

Conclusão

A escolha é sua! De todos, o meu preferido é o Trail Guru, principalmente pela forma de indexação e construção de comentários. Mas todos são concorrentes de peso, cabendo a você escolher o que melhor se adapta as suas características. Para os usuários de iPhone, o Trail Guru e o EveryTrail tem um aplicativo para “transformar” o celular em GPS, claro, se onde você andar tiver recepção de celular. A grande vantagem é que você navega em cima do Google Earth!

Divirtam-se!

Share