Selim pode causar disfunção erétil?

Um artigo da Bicycling chamou-me a atenção: o selim pode causar disfunção erétil?

Segundo a revista, um estudo do National Institute for Occupational Safety and Health (NIOSH), usar selins sem nariz, ou ponta, diminui as disfunções sexuais nos usuários masculinos que utilizam os selins tradicionais. Foram estudados 90 policiais, que normalmente passam 24 horas por semana pedalando. Os pesquisadores testaram os policiais seis meses com os selim normais e então ofereceram a troca, e os acompanharam por mais seis meses, anotando e coletando dados sobre a sensação genital táctil, dormência e outras funções peniânas.

Clique na imagem para ampliar.

Os problemas associados com os selins tradicionais são devidos a anatomia e a fisiologia masculinas, diz o autor do estudo, o Dr. Steven Schrader. “O selim tradicional suporta parte do peso do ciclista justamente na área perineal, local com vascularização e enervações que acabam sendo pressionados, uma vez que não há proteção óssea no local”.

Esta região suporta até 25% do peso do ciclista, o que pressiona veias e nervos e diminuindo o fluxo sangüíneo de 60 a 80% Segundo o médico: “o corpo humano não projetado para suportar peso nesta região”.

Não foram realizados estudos com as mulheres mas, a partir da anatomia, pode ser que elas sofram dos mesmo problemas de dormência e pouca irrigação sangüínea no local.

A solução seria usar selim melhor adaptados ao esforço de compressão (selim com alívios ou mesmo furos na região perínea), melhor regulados ou usar os modelos sem nariz (noseless). A mais drástica é parar de pedalar!

Share