Sobre limões e limonadas

Olá amigos!
Cheguei em Porto Alegre às 11 horas. Esta última etapa foi a mais difícil, pela ansiedade de chegar e pela chuva misturada com o vento contra, que era o meu maior medo.

Começa assim o artigo que encerra a viagem do Roberto Coelho. Ele que fez a grande limonada da sua vida. Percorreu os 800 km que separam Curitiba de Porto Alegre, como havia prometido, e abriu uma nova etapa em sua vida, mostrando ao mundo que os portadores de Parkinson podem viver bem e fazer as suas aventuras por aí.

Vou para por aqui, para não contar tudo, mas indico o blog dele com os relatos das aventuras da pedalada: Convivendo com Parkinson a 30 anos. Não deixe de ler!

Share