Bebidas isotônicas

hidratação

As bebidas isotônicas destinam-se a reposição eletrolítica e a hidratação. Não confundir com as bebidas energéticas, as quais contém cafeína e/ou taurina e que não são indicadas para o uso esportivo.

Todo atleta, durante os esforços físicos, perde uma grande quantidade de líquidos e sais através do suor. Se esta perda não for reposta o rendimento do atleta cai e ainda fica sujeito a uma série de conseqüências tais como cãibras, aumento da freqüência cardíaca, aumento da pressão, diminuição da resposta muscular, desregulação térmica (hipotermia) entre outras.


Por ter uma concentração aproximadamente igual ao do plasma a absorção é muito rápida. Como contém uma porcentagem de carboidratos, aliado ao sódio, há um aumento da osmolabilidade, o que assegura a absorção rápida pelo intestino.

Recomendação de ingestão de fluidos antes do esforço

A ingestão deve começar 24 h antes do evento, para promover uma boa hidratação. Nas duas horas que antecedem o esforço, o atleta deve ingerir cerca de 500 ml (meio litro) de água e permitir um intervalo para que o excesso de água seja eliminado. Um bom indicador se está ocorrendo a desidratação é a freqüência com que se urina e a cor da mesma. Urinar pouca ou nenhuma vez durante o exercício e a cor escura da urina demonstra desequilíbrio. Neste caso o atleta deve se hidratar melhor antes do começo do exercício.

Recomendação de ingestão de fluidos após o esforço

Terminado o esforço a hidratação deve continuar. O fato é que o corpo apresenta um déficit, não só hídrico, como de sais minerais perdidos pela sudorese. Continue se hidratando com bebidas isotônicas ou água de coco. O ideal é consumir a bebida com temperatura inferior a temperatura do ambiente. Outro ponto destacado por cientistas é o fato que durante e após o exercício a água não facilita a hidratação, pois a ausência de sódio diminui a osmolabilidade e tem-se a sensação de saciedade. Para evitar isto consuma os isotônicos, pois a flavolização (ou o sabor) e a quantidade de sódio garantem a continuidade na ingestão.

Como regra, beba no mínimo a quantidade de peso perdida durante o exercício, mas alguns estudos indicam que a hidratação deva continuar por até seis horas após findo o exercício.

Dicas sobre a hidratação esportiva

  • Durante o treinamento e a competição devem ser ingeridos líquidos a intervalos regulares, principalmente quando a atividade estiver sendo realizada em um ambiente quente;
  • Durante o treinamento, devem ser ingeridos líquidos coma mesma freqüência e nas mesmas quantidade que durante a competição;
  • Em muitas situações, a água pura é uma bebida muito eficaz para a reposição de líquidos;
  • Quando houver preocupação com a manutenção do volume de sangue como por exemplo, durante os exercícios de resistência em clima quente, deve-se ingerir bebidas que contenham uma pequena quantidade de sódio;
  • Durante um treinamento intensivo ou competição, a bebida deve proporcionar uma fonte de carboidratos para serem usados pelos músculos em exercício;
  • A bebida ideal para reposição de líquidos é aquela cujos sabor é agradável, não causa perturbações gastrintestinais quando ingerida em grandes quantidades, promove rápida absorção de líquidos e manutenção do volume dos fluidos extracelulares e fornece energia aos músculos em exercício.

Fontes:

  1. Aspectos Atuais Sobre Bebidas para Esportistas;
  2. Mitos da Nutrição Esportiva;
  3. Reposição de Fluídos
  4. A importância da água na atividade física
Share