Domingo de carnaval

Começamos a pedalar às 6:30. Estava escuro. Ao contrário do que disse ontem fomos apenas o Antonio e eu, para uma pedalada de 58,8 km, saindo de São José (dos Pinhais), contornando os fundos do aeroporto, cruzando o contorno sul pela trincheira do rio Pequeno e saindo no pesque e pague do Cachimbo. Subimos pela estrada em direção ao Avencal, para voltar pela colônia Murici.

Não imaginava a quantidade de subidas que iria enfrentar. A partir do Cachimbo e até o Avencal praticamente só subimos. Nunca havia usado tanto a relação 22-32 como hoje! Em compensação, a vista que se tem lá de cima vale a pena. Como havia uma probabilidade de chover não lavamos as câmeras digitais. Dali para a frente, até a colônia Murici, praticamente só descida.

O passeio foi tranqüilo, saímos com uma temperatura de 21ºC, que se manteve ao longo da manhã. Alguns pingos perto do final foi só o que vimos da prometida chuva que não caiu. O único incidente aconteceu bem perto do final, em umas plantações de verduras, bem próximo do armazém do Mazza. Baloeiros vinham atrás de um balão que estava caindo, em uma procissão com mais de 20 carros e motos em alta velocidade por estradas entre plantações. Nunca vi tamanha ignorância de tão perto.

Total do passeio: 58,8 km (sem paradas), duração: 3h e 15 min, com média de 18 km/h. Tempo nublado, sem vento. Temperatura de 21°C.

Share