Doping no ciclismo

Será que agora é para valer?

A UCI (International Cycling Union) quer, finalmente, limpar a imagem do esporte com testes aleatórios anti-doping durante os treinos e períodos de descanso. Haverá também teste de sangue entre os períodos de competição para evitar o EPO. Além disto, os ciclistas deverão autorizar testes de DNA para identificá-los caso sejam encontradas substancias proibidas no sangue. Um perfil do sangue de cada ciclista será guardado.
Segundo o presidente do Comitê Olímpico Internacional Jacques Rogge:

A UCI esta implantando um excelente plano anti-doping, o qual eu aprovo. E se eles continuarem neste caminho nós finalmente teremos controle sobre a praga que é o doping.

Todas as equipes do ProTour terão de concordar com os termos e financiar os custos do programa, ao redor de US$40.000,00 por ano.

Fonte:BBC Sport.

Share