Manhã inspirada

Acordei disposto a dar uma boa pedalada, afinal, nenhum dos planos deu certo. Como havia lavado e lubrificado toda a relação pensei em ir até o pedágio (BR-277), pois todo o caminho seria em asfalto.

Da minha casa até a BR são 5 quilômetros e domingo pela manhã é tranquilo pedalar por ali. Chegando na BR não vi nenhum speedeiro por perto, na verdade não tinha quase ninguém, talvez reflexo da mudança do horário de verão. Comecei a pedalar e senti que daria para forçar a barra, como um treino, já que dia 24/02 vou correr a segunda etapa do Metropolitano de MTB.

E assim fui, pedalando forte, ultrapassando alguns ciclistas domingueiros, até o SAU do pedágio, onde não parei, pois olhando para o relógio vi que não havia dado uma hora de pedal. Sentei a bota, e quando completei uma hora, tinha rodado quase 30 quilômetros. O dia ajudou bastante, nublado, temperatura agradável e sem vento.

No total rodei 40,5 km no tempo de 1h22min, o que deu uma média de 29,5 km/h. Nada mal para um domingo, que não tinha maiores desafios. Quanto aos speedeiros, parece que hoje acordaram mais tarde. Na volta encontrei um pelotão com uns 30, no sentido contrário. Coisa boa de se ver!

Outra coisa que me chamou a atenção foi uma dupla de ciclistas: pai e filho. O pai em uma aro 26″ e o filhote, todo paramentado, com capacete, em uma speed aro 24″. Muito bom, valeu pela manhã de domingo.

Share