Pedal da Serra

Hoje, feriado de Corpus Christi, pedalamos em direção à Serra do Mar, objetivo de longa data. Saímos cedo, 7:30 da manhã em direção a colônia Murici e dali para a Serra.

serra do mar

Pegamos a estrada do Avencal e seguimos até uma bifurcação, pela qual já havíamos passado antes, em direção ao Saltinho da Malhada, mas desta vez pegamos à esquerda, achando que daria na Serra. De fato, aquela estradinha leva a barragem da represa do Guaricana!

Serra do mar

Seguimos pedalando até dar em uma porteira, de uma fazenda ao pé da Serra. A estrada é de servidão e pode-se passar pelo local. Passa-se por mais três porteiras, a última delas com um cadeado. Obviamente, pulamos a porteira.

Serra do mar

A partir daí acabou a moleza. Começaram as subidas e descidas, e bota subida e descida. Na segunda série destas paramos e resolvemos voltar pois não havíamos avisado a que horas voltaríamos. Mas ficou marcado um novo pedal, desta vez para chegar até ao lago pelo menos, mas os moradores do local nos avisaram que o caminho é difícil.

Serra do mar

Chegamos de volta já passava do meio dia. O Joaquim, que estava um tempão sem pedalar, senti muito o pedal, dada a quantidade subidas que enfrentamos, mas o passeio valeu a pena. Vamos marcar para logo uma expedição para chegarmos até o lago, formado pelo rio da Prata. Aguardem!

  • Temperatura na saída: 14 °C
  • Total do trecho: 68 km
  • Tempo de pedal: 4:01 h
  • Velocidade média: 17,0 km/h
  • Acumulado do mês: 187 km
Share