São José – Guaratuba

Quinta-feira (27/12) o Junior (Bike Shop) fez um programa de índio especial. A idéia original era descer até Guaratuba, passando por Garuva, e subir a BR-277, para vermos até onde conseguiríamos ir.
A saída, marcada para às 7:00 da manhã, foi passado das 8:00. Saímos em 6: Junior, Juliano, Rodrigo, Henrique, Wilbert e eu. Na entrada de Tijucas estariam nos esperando o Marcos e o Gigio.

sa?da da BikeShop


Pegamos a estrada e vamos pedalar! O movimento estava intenso, com muita gente se dirigindo ao litoral de Santa Catarina. A maioria dos carros era de fora: São Paulo, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, etc. E claro, muitos caminhões.

Caminhões na br-376

No meio do caminho, antes da represa do Vossoroca, encontramos uma senhora pedindo ajuda para trocar o pneu. Na verdade ela não conseguiu foi soltas as porcas da roda, pois a kombi já estava erguida e o estepe fora do carro. No início estávamos em dúvida se a senhora queria ajuda ou se estava vendendo verduras, pois para tirar o macaco e o estepe ela tirou muita coisa da kombi e deixou no acostamento.

trocando pneu

Pneu trocado, seguimos o caminho. A senhora estava indo para Itapoá, onde tem uma quitanda. A kombi estava cheia de melancia, couve-flor, batata, repolho, pêssego, etc. Carga cheia. Detalhe, a mulher estava sozinha!

Quase chegando na represa o primeiro pneu furado. O Marcos achou um rebite pop! Este foi o primeiro dos três furos que tivemos.

pneu furado

Finalmente chegamos ao alto da serra, e logo começaria a parte boa do trajeto: descida! O Junior passou algumas instruções mas ninguém estava a fim de ouvir, porque a descida estava logo ali, esperando para ser descida.

alto da serra

Mais uns quilômetros e chegamos à divisa de estado PR-SC. Pose para a foto para comprovar que passamos por ali.

divisa PR-SC

Mais um pouco e Garuva estava logo ali. Chegamos era quase meio-dia, fazendo este trecho de pouco mais de 80 km em 4 horas, contando com as paradas. Resolvemos almoçar por ali mesmo, já que até Guaratuba teríamos mais umas duas horas de pedal, na melhor das hipóteses.

Garuva almoço

Claro que depois do almoço baixou aquela lombeira! O pessoal não queria mais ir até Guaratuba, sequer tentar ir o mais longe possível. Decidiram ir tomar banho em um rio, ali próximo. O Gigio, o Marcos e eu resolvemos ir até Guaratuba, pois a van iria nos buscar lá.

Fomos. O problema foi o calor. Aquele trecho da rodovia que vai de Garuva até Guaratuba é tranqüilo, praticamente plano, mas vinha aquelas bafos de calor escaldante que dava vontade de voltar e ir para o rio, tomar um banho. Fizemos esta parte com três paradas, para tomar água e descansar um pouco. Víamos que perto de Guaratuba, sobre a baia estava vindo uma tempestade, que torcíamos para que nos pegasse no caminho, mas não deu certo. Chegando em Guaratuba começou uma chuva bem leve e quando paramos ela aumentou um pouco, mas aí já era tarde.

Chegada em Guaratuba

Tomamos aquela cerveja enquanto caia a chuva e esperávamos pela van. Total do pedal: 125 km. Velocidade média: 26,5 km/h.

Veja todas as fotos aqui.

Share